Cinco lições de marketing do Papai Noel

VVamos aproveitar a magia do natal e fantasiar um pouco.

O Papai Noel é alguém que existe para fazer os outros felizes, há gerações e gerações ele se mantém na ativa, gerando buzz, satisfazendo seu público, fortalecendo sua marca forte e gerando muitas imitações que desejam aproveitar uma fatia do seu sucesso. Sem ele, o natal não seria o mesmo.

Empresas de sucesso são assim em seus mercados, tão importantes que o mundo não seria o mesmo sem elas.

Aqui vão 5 lições que fazem do Papai Noel um sucesso há muitos anos.

OUÇA: tudo começa com um carta descrevendo o que aquele menino ou menina deseja ganhar neste natal. Ouvir ainda é a melhor maneira de satisfazer alguém, seja entregando exatamente o que se pede ou acrescentando um toque pessoal e, assim, o surpreendendo. Nem sempre é possível entregar o que se quer, mas os esforços serão grandes para que isso não aconteça.

FOCO NO CLIENTE: a carta não serve apenas para satisfazer o remetente, serve para conhecê-lo melhor. Ouvir não é apenas para saber qual o melhor caminho a seguir, mas demonstra carinho e comprometimento. O Papai Noel se importa com cada criança, ele não quer entregar qualquer presente, de qualquer jeito, para voltar o mais rápido possível para o Pólo Norte. Ele quer chegar no dia 25 com a certeza de que fez o melhor que podia. Isso dá a garantia que, no próximo, ele terá a oportunidade de fazer tudo de novo. E é isso que todos nós queremos, não?

SEJA CONSISTENTE: Papai Noel tem tudo a ver com credibilidade. Se cabelo e barba branca já costumam transmitir confiança naturalmente, a roupa e o gorro vermelho aumenta isso ainda mais. Para uma criança, o que o Papai Noel diz é lei. Elas escutam muito mais ele do que seus próprios pais. Afinal, ele é legal, visita apenas uma vez por ano, usa uma linguagem que todos entendem e sempre cumpre o que promete. O natal começa com acreditar em algo, o marketing também.

SEJA ÚNICO: seu visual é algo memorável. Pense em natal e provavelmente você pensará em um senhor barbudo gordo de roupa vermelha, botas, cinto largo e gorro, gritando “Ho! Ho! Ho!”. Pode não ser o mais moderno e fashion, mas esses elementos fazem do Papai Noel uma das melhores marcas da cultura popular. Tem identidade forte, muitas associações de marca, alma e personificação. Quando algo único está tão enraizado na mente das pessoas, é difícil criar algo para competir que não pareça de segunda linha.

MODERNIZE-SE: como alguém de barba branca e sabe-se lá quantos anos de idade consegue manter o público interessado e fiel há gerações? Acompanhando tendências e inovando, é claro. Não, ele não trocou suas renas por jatinhos nem aceita pedidos online, mas troca algumas mensagens no Twitter e responde alguns e-mails. O desafio é não deixar a modernização afetar a tradição (se essa for a estratégia da empresa). A tecnologia deve ajudar a alcançar os objetivos, melhorar processos, diminuir problemas; mas não pode comprometer a essência da marca e conflitar com valores e estratégias já estabelecidas. O Papai Noel sempre será o Papai Noel mesmo que ele entre em nossas casas com um smartphone no bolso.

Quer ter clientes felizes e satisfeitos? Coloque-os no colo e os trate muito bem.

[Baseado no divertido post publicado no Social Media Today] e pequeno guru

Anúncios

Planejando sua campanha de email marketing

Postado por Virid – 12/12/2011 em Mundo do Marketing http://mundodomarketing.com.br

O planejamento é um fator importantíssimo para sucesso de uma campanha, veja se o seu está de acordo com os itens a seguir e se não faltou algo em sua lista

Para planejar uma campanha de e-mail marketing, você deve estar atento a alguns detalhes importantes, tais como objetivos da campanha, lista de e-mails, dia e horário dos envios etc. Pensando nisso, a Virid Interatividade Digital criou uma lista com os tópicos mais importantes a serem abordados na hora do planejamento de uma ação, confira:

– Quais os objetivos da campanha (atrair mais visitantes ao site, aumentar as vendas de produtos, conquistar a fidelidade dos consumidores etc.)?

– Os departamentos da empresa envolvidos com a campanha (marketing, design, TI, atendimento, vendas etc.) estão alinhados com seus objetivos?

– Onde você pretende conseguir seus endereços de e-mail: Aluguel de listas ou desenvolvimento de uma base própria?

– Como você pretende atrair seus destinatários para o clique ou para o contato?

– Como você pretende transmitir a mensagem, para garantir que a maior parte do conteúdo seja lida?

– Como tornar sua mensagem visualmente atraente para seu público-alvo?

– Qual a periodicidade do envio de seus e-mails?

– Você enviará o e-mail em um dia/horário em que sua audiência costuma ler?

– No template, você disponibiliza dados para que os destinatários entrem em contato?

– Você incluiu uma informação para o destinatário adicionar seu e-mail à lista de contatos ou à whitelist, para assegurar que suas próximas mensagens sejam entregues na caixa de entrada?

– Você inseriu uma chamada viral incentivando o leitor a encaminhar seu e-mail aos amigos? Você também pode usar os ícones das redes sociais das quais faz parte, como o Twitter e facebook, por exemplo.

– Existe alguma área do site em que o destinatário pode atualizar seus dados de cadastro? Se sim, inclua o link no e-mail.

Em se tratando de listas, você deve estar atento a:

– Você está enviando a mensagem para a lista correta?

– Você tem permissão para enviar e-mails às pessoas da(s) lista(s)?

– Os dados dos contatos estão atualizados?

O planejamento é um fator importantíssimo para sucesso de uma campanha, veja se o seu está de acordo com os itens acima e se não faltou algo em sua lista. Aproveite essas dicas e mãos à obra!