007 Quantum of Solace

Eu ia escrever algo sobre o novo filme de James Bond mas encontrei esse texto no blog da Tatiani Lopatiuk que nem preciso falar mais nada ela diz tudo aqui, só não diz que o mister Bond nesse filme ao contrario dos outros glamurosos, ele foge de fusquinha. Mas chega de conversa e vamos ao texto da moça.

 

James Bond pega o bonde
vai pra onde? Eu não sei
O seu Charlie lá de longe
já sacou que tu é gay
A rainha demitiu
desistiu dos seus serviços
Quando ela descobriu
que o teu cílio era postiço
[James Bond – Bonde do Rolê ♫]

Eu não posso OUVIR o nome James Bond que lembro dessa música e ela fica rodando FOREVÁ na minha cabeça. Mas mesmo assim fui firme, fui forte e fui ver o novo filme do James Bonde Pega o Bonde, o tal do Quantum of Solace.

 

Essa incrível nostalgia dos que vivem no deserto!

 

Primeira coisa que eu quero deixar bem claro, eu sou a mais n00b prá essas coisas de filme de ação. Eu nunca entendo patavinas de quem é o vilão e por quê, nunca entendo por que as pessoas estão correndo desse jeito, não entendo qual é plano maligno, nunca entendo nada. Mas mesmo assim eu assisto, por que penso: não, tati, é só você prestar mais atenção dessa vez, presta bastante atenção! E daí o filme começa e começam os tiroteios e mapas e países randômicos sendo bombardeados, é muita coisa prá minha cabeça e eu começo a divagar.

Como não poderia deixar de ser, não entendi bulhufas do enredo de Quantum Of Solace e fiquei divagando o filme inteiro. Uma coisa que percebi é que Bond está bem tristinho esse filme, por causa da bond girl do filme passado, que faleceu. Nessas ele tá bem deprê mesmo, não dorme direito e só fica na bebedeira. Fiquei triste por ele, ele passa o filme todo sujinho e com olheiras! Bem ao contrário da exuberância ostentada em Casino Royale e a magnífica cena dele saindo do mar. Ulalá!

 

Sereio! Muso!

 

Ele também tá tecnológico prá caraleo, tiop, tudo o que ele quer saber ele liga prá uma senhorinha que joga no google e manda as informações prá ele numa rapidez estonteante. E tem uma mesa no escritório dessa velhinha que é muuito foda, aparece tudo na mesa como se fosse no monitor do pc e vc puxa prá lá e prá cá as fotos e talecoisa. Coisa phina mesmo! Trabalhar em meio a tanta tecnologia é fácil!

Outra coisa que notei em Bond é que por estar amargurado com sua súbita viuvez ele tá bem violento. Tipos que você não pode falar nada prá ele que ele já saca o 38 e te manda prá terra do pé junto. Até a velhinha lá reclamou com ele que ele tava pesando demais a mão no gatilho. Mas você sabe como é o James Bond, teimoso que uma mula. Não deu outra, a velhinha deu as conta prá ele, tesourou todos os cartões de crédito da firma. O cara passou a maior vergonha no aeroporto, quando foi passar o cartão de crédito e tava bloqueado. Sacanagi. Mas pelo o que eu entendi ele continuou fazendo uns por fora e trabalhando por conta própria. E daí fez algo certo (não entendi bem o que) e a velhinha contratou ele de novo.

Quanto à Bond Girl da vez, não achei ela muito bonita não. Quer dizer, que é bonita é, mas não é aquelas coisas. A outra bond girl lá, a falecida, era menos bonita ainda. Tinha cara de frígida. De boa que a ruivinha que ele pega no meio do filme, prá dar uma descontraida, é a mais bonita que ele pegou ultimamente. Pena que ela morre de um jeito tão melequento.

 

Bond Girl, James Bond e Ruivinha Pegael

 

Achei a abertura do filme muito bonita e hot!hot!hot! Nossa, por ela você até pensa que ele vai catar geral, vai apavorar a mulherada. Mas qual nada! Por estar de luto ele não está nem um pouco paquerador e engraçadinho como no outro filme, e isso é BORING infinito. Fica só
choramingando, com aqueles olhinhos azuis estupendos. E faz só uma ou duas piadinhas boas. O resto do filme é só luta, facada, lágrimas e drinks solitários em bares obscuros.

 

Sai dessa vida, JB!

 

Pobre James Bond. Espero que ele melhore logo e no próximo filme já esteja numa bem melhor. Por que, afinal de contas o que James faz além de se matar de trabalhar? Acho incrível, ele nunca toma banho, dorme, faz as NECESSIDADE, nada. É só trabalho e mais trabalho e a velhinha (que pensa que é mãe dele, como ele mesmo diz) nunca acha que tá bom. Tá certo que o trabalho dele tem um glamour danado, aqueles carros lindos e os relógios que ele usa são divinos. Mas ostentação não é tudo na vida! Para alguns sim, mas não é não, minha gente! Acho que tá na hora dele pensar mais um pouco em si, tanto emprego bom por aí! Bora dar um up no currículo e sair distribuindo, JB! Que ficar num emprego desses, em que sua garota morre, você volta pra casa todo dia machucado e tua chefe só te inferniza… vale a pena não, gacto.

_______________

dito tudo isso não preciso falar mais nada.
beijos Cleoci Pinheiro

O que você vai fazer ?

 

Quando foi a ultima vez que você se surpreendeu com uma idéia sua?

De onde menos se espera podem surgir as melhores oportunidades, é só não dar limites a sua imaginação,Tudo pode ser o que  você quiser, basta criar.

Uma dança, um estilo, um motivo qualquer pra encontrar mais com os amigos.

Vale tudo pra acabar com a mesmice. Levante-se fuja do lugar comum quando todos olharem pra um lado olhe para o outro, tente algo inesperado improvise

Insista em algo novo, pois a noite pede coisas novas sua vida pede coisas novas.

E o que você vai fazer?

 

2009 vem ai.

Presente que serve

No ultimo domingo eu tive o privilegio de participar de uma ação junto à Missão CENA ação em conjunto com a IBAB e fazia parte da campanha de natal 2008.

Fomos até a Cracolândia na região do centro e la nós varremos um pouco da sujeira daquelas ruas literalmente e eu fazia parte do pelotão da limpeza e tentamos de alguma maneira levar o evangelho praqueles que estavam ali assista abaixo um vídeo feito com as fotos que foi tirada durante a ação.

Sabado agitado.

sabado

Como sempre minhas programações nunca saem conforme o previsto, sábado passado não foi diferente. Resolvi não ir trabalhar, mas trabalhei muito mais do que se tivesse ido para o serviço, fiz um monte de coisas que geralmente não faço, pois estou seguro distante de tudo isso la no meu trabalho, fui levar minha filha a aula de musica e de quebra tive que levar a amiguinha dela também tipo aqueles rodízios de pais que se revezam levando os “anjinhos” pra escola, ok depois disso fui visitar meu amigo Juarez que a muito tempo não o via, a conversa rolava solta quando me dei conta da hora já avançada lembrei que era um pai muito do irresponsável e minha filha já me esperava a quase meia hora La na tal escolinha de musica, quando cheguei La minha filha e a amiguinha tinham se metido numa briga com uns moleques que quebraram o chinelinho dela minha filha se valem do pai fortão aqui começou a xingar os meninos a pleno pulmões deixei ela ir a forra com os moleques pra compensar as muitas vezes que não a levo pras aulas, passada a sessão xingamento levei elas pra igreja onde encontrariam minha mãe cheguei na porta da igreja me deparo com a mãe da amiguinha da minha filha que pede/impõe gentilmente que eu volte até a casa dela pra trocar o chinelo que tinha se quebrado do arranca rabo das crianças, depois de toda essa sabatina voltei pra casa na esperança de ficar de pernas pra cima o dia inteiro coçando o saco mas ai minha namorada me liga pedindo pra irmos “bem ali” em Jundiaí buscar a cesta básica no serviço dela. 70 km e meio sábado depois finalmente chego em casa e vou tentar ficar de boa coçando meu saco, me deito no sofá e La vem a Claudiene com um esfregão e um espanador limpando onde eu estava deitado, vou pro meu quarto ficar na net coisa que faria sossegado se tivesse ido trabalhar, ai vem minha mãe gritando:

-Menino sai daí, não ta vendo que a Claudiene ta querendo limpar seu quarto e você fica atrapalhando?

Desligo o computador já puto da vida e vou La pra varanda deitar na rede onde sei que não teria nada pra limpar, finalmente consigo dar uma bela coçada no saco e pego no sono tranquilamente, mas como num passe de mágica os ponteiros do relógio giram rapidamente e já são 19 horas e estou atrasado pra um compromisso com minha gatinha, seguindo a dica de um dos amigos twitteiros eu havia me programado pra assistir uma peça de teatro que ia rolar la na Betesda. Me arrumo apressado e vou pra casa dela, quando chego percebo logo de cara que ela já ta muito puta por causa do atraso decidimos então montar na Jéguinha e passear por São Paulo a fora pra ver no daria, ainda na rodovia dos Bandeirantes decido ir ao novo Shopping de São Paulo o Cidade Jardim, mas quando vou chegando perto da porra do lugar percebo que estou na pista errada e a entrada já tinha passado, entro na primeira direita que vejo na intenção de retornar, mas pra quem não sabe o Morumbi alem de ser reduto de um dos melhores TIME DO MUNDO também sedia uma das maiores favela de São Paulo a não tão famosa favela do Morumbi. Graças a Deus conseguimos sair ilesos da tal favela, a essas alturas eu já tinha recitado todos os Impropérios ((no pl. ) série de cânticos religiosos, que se entoam na Sexta-Feira Santa, durante a cerimônia da adoração da Cruz (grafado com inicial maiúscula).) possíveis, surge então uma mudança de planos decido ir dançar, ok dançar é uma ótima opção já faz tempo que não saímos pra um balada mesmo vamos La. Roteiro devidamente ajustado La vamos nós pra balada dançar até raiar o dia, mas no trajeto passamos em frente ao shopping Iguatemi onde tinha um papai Noel enorme de quatro metros de altura com um cachorro também enorme de uns 2 metros e foi impossível não entrarmos pra conferir a tradicional decoração paulistana do Iguatemi, depois de tirada varias fotos dentro de shopping e pagado muito mico ao lado dos enfeites natalinos saímos e constatamos que meu celular (aquele velho K550 que a duras penas ainda esta funcionando) tinha sumido com todas as fotos e que todo o mico tinha sido pago a toa. Já um pouco cansados, concordamos que não seria um boa idéia ir pra balada pois teríamos que acordar cedo na manhã seguinte pra irmos a ceia na IBAB decidimos então pegar um cineminha em um outro shopping dessa vez o grande Eldorado velho de guerra, entre as varias opções optamos por assistir Queime depois de ler, ou seria queime depois de assistir? O FILME RUIM !!!! não me lembro da ultima vez que assisti um filme tão ruim quanto esse. Não recomendo nem que você compre um pirata na doze de outubro. Me deixei levar pelo elenco estrelado por Brad Pitt, George Clooney, John Malkovich, Tilda Swinton. E me ferrei de verde e amarelo sim isso mesmo verde e amarelo, pois deixei de assistir um filme brasileiro que parecia ser muito bom o entre lençóis, alias qualquer filme seria melhor que essa porcaria que acabei vendo, mas como não poderia ser diferente, nas saídas entre eu e minha namorada sempre aprontamos alguma, mas isso é muito bom por que sempre acaba dando boas historias pra postar aqui no blog.

 

Grande abraço

 

Cleoci Pinheiro       

Paulicéia desvairada.

Vídeo feito por mim hoje ao passear por São Paulo.

Essa cidade me encanta a cada esquina que eu cruzo.

Seu tom de cinza e preto tem um ‘Q’ de charme que só quem é daqui entende.

Esse cheiro de fumaça no transito, cheiro de urina na calçada, cheiro de chuva no meio da tarde. Cheiro de enchente, abundancia de agua. Abundancia de urgência, mas urgência pra que? Correr pra onde? Se no final tudo que precisamos esta aqui mesmo em são Paulo, ao toque de algumas teclas do telefone podemos ter tudo que desejamos, comida, cabeleireiro, lavanderia, carro alugado, um motoboy, um gogoboy, seja qual for sua opção é só olhar no menu e você terá tudo a disposição. São Paulo oferece de tudo a todos, seja dos mais extravagantes ao mais reles desejo, São Paulo esta sempre as ordens

Só paulistano…

Só sendo desse pedaço de Brasil pra entender qual a graça desses prédios, dessa confusão de ruas desencontradas, dessas placas que não levam a lugar nenhum e confunde cada vez mais o pobre desencontrado. e eu que nasci e me criei aqui no meio desse concreto me realizo nessas artéria de São Paulo por onde passam carros e motos todas com muita pressa ou na maioria das vezes parado por força do transito cada vez mais caótico não tem GPS que salve o pobre aflito perdido no transito louco da minha paulicéia, ou conhece ou ta enrolado,  Tudo isso nessa cidade me fascina. Por isso e por tudo que cada vez mais te amo São Paulo.

Cleoci Pinheiro