Eu,imagem de Deus?

Olá amigos.

Hoje venho a esse teclado como se estivesse indo a um divã, venho desabafar, fazer minhas queixas, enfim to querendo falar, afinal aqui é meu blog e tenho o direito de escrever o que bem entender, e hoje o papo é sobre mim, sobre a idéia que fazem de mim, a imagem que andei pintando de mim durante minha vida ao longo desses trinta  e poucos anos. Ontem num papo que tive com uma pessoa, ficou bem clara a idéia que ela e a patota dela têm a meu respeito, ou pelo menos a imagem que eu pintei de mim mesmo pra elas durante esse tempo. Pra ela, ultimamente tenho me comportado como um fanfarrão que não to nem ai com a hora do Brasil e que só quero saber de reviver a vida como se fosse adolescente pouco se lixando pras burocracias da vida e responsabilidades cotidianas, fui obrigado a ouvir muitas coisas, coisas do tipo: não dou exemplo de cristão, que não me enquadro no estereotipo de um crente e que sou péssimo exemplo de conduta, ou seja, sou um péssimo exemplo a ser seguido, e que varias coisas confirmavam isso. E que dentre essas coisas, a mais evidente é a minha atual condição financeira, ou seja, minha atual condição financeira é o simples extrato da vida desregrada que venho levando nos últimos tempos e que se eu desse uma olhada a minha volta eu iria ver pessoas do meu convívio da mesma faixa etária, que cresceram comigo sob a mesma crença, mas não partilham o mesmo estilo de vida que eu, estão em bem melhores condições que as minhas. E tudo isso graças a uma vida vivida sobre os métodos da religião e que Deus as abençoa por que elas são certinhas, vivem uma vida metódica, seguindo todos os preceitos cristãos, ao contrário de mim, que bebo fumo e fodo. E por que pratico tais coisas, sou punido por Deus com uma penca de dividas e cartões estourado. Meu Deus quanta bobagem.

 Já que a pessoa da tal conversa não me deixava argumentar durante o papo que tivemos, e não deixou duvidas que se ela estivesse na portaria do céu quando eu chegasse lá eu não entraria nem ferrando, venho aqui, no meu próprio blog, desabafar no teclado, pois ele sim vai me deixar falar e tentar dizer o que penso de tudo isso.

Em primeiro lugar quero dizer que o que eu escrever aqui em minha defesa não vai como resposta só pra essa pessoa, mas sim pra todas que partilham do pensamento dela.

E quero dizer que diferente de Paulo (o apóstolo) que disse: “sejam meus imitadores assim como eu sou de Cristo”. Eu não to com essa moral toda não, portanto faça o seu daí que eu faço o meu daqui.

Tenho sim procurado viver uma vida cristã imitando ao máximo a Jesus, mas confesso que não é fácil tenho muitas franquezas e é justamente o que o Zé povinho mais enxerga em mim, as minhas evidentes fraquezas. Fraquezas essas que não faço questão nenhuma de esconder e que até mesmo aqui em meu blog, tenho relatado muitas coisas que deixam esses “santos” de cabelo em pé.

Mas o que me deixa mais puto da vida, é que esses tais não me deixam expor meu ponto de vista e já me condenam ao mármore do inferno pinçando versículos bíblicos como: “a rebeldia é como o pecado de feitiçaria” ou “é melhor obedecer do que sacrificar”. Aff eu fico mesmo muito puto com tudo isso, e quando vêm os “profetas”?  Ai é que o bicho pega se eu retrucar por que ai já tacam na minha cara um “não tocais nos ungidos do Senhor”, ou seja, baixa cabeça e admita que você esta errado sem questionar. Mas espera lá que aqui o buraco é um pouco mais embaixo. Por que não posso questionar?  Como assim estou nessas condições por que não segui a cartilhazinha corretamente? É muita basbaquice pra ouvir tudo isso e não retrucar. Tudo bem que aqui estarei falando pras paredes né? Mas já serve como desabafo. Não acredito que o meu Deus seja o mesmo deus que esse povo diz crer. O deus desses ai que me julgam, diferente do meu Deus, não é muito dado a ser misericordioso não, ele é extremamente agressivo e mimado, não admite ser contrariado e fica bravinho se você tiver opinião própria que seja contraria a dele. Mas ao invés de ficar perdendo tempo falando do deus dos outros eu vou falar do Deus que eu creio. O meu Deus examina minha alma no profundo, Ele conhece tudo ao meu respeito, Ele sabe o que  acontece comigo quando estou descansando ou quando estou caminhando, Ele conhece de longe cada um dos meus pensamentos, Ele examina cuidadosamente todos os meus passos, e observa com atenção o meu sono, sim Ele conhece muito bem tudo o que eu faço, Ele conhece o que eu vou dizer antes que a palavra saia da minha boca, Ele está a minha frente e atrás de mim, Ele me guia a me abençoa (ao contrário do que acham) e pra mim saber disso, é algo tão maravilhoso que eu nem consigo compreender! Ele é muito mais íntimo meu do que eu a mim mesmo. Ele me fez!

Mas mesmo assim em minhas orações apresento meus pedidos a Ele. Abro meu coração e conto tudo que me deixa triste e preocupado.

E quanto a vocês, vocês me amam bastante para quererem me ajudar? Significa algo pra vocês o fato de sermos irmãos no Senhor, partilhando o mesmo Espírito? Os corações de vocês estão cheios de ternura e compaixão? Então me faça verdadeiramente feliz, amando-vos uns aos outros despretensiosamente e concordando um com o outro de coração. Não sejam egoísta nem vivam pra causar boa impressão aos outros, sejam humildes pesando dos outros como sendo melhor que vocês mesmo.  Uma vez ouvi Ed Rene dizer em uma pregação, que devemos encarar a bíblia como um espelho, um espelho em que eu devo olhar e me ver, ver como estou andando, como estou me comportando, como esta sendo minhas atitudes diante dos quadros que a vida me apresenta. Um espelho tipo aqueles de provador de loja onde dou uma examinada criteriosa de cima a baixo e vejo o que está bom e o que tem que melhorar, e na verdade o que esse espelho tem que refletir é a imagem dele, ou seja a verdadeira imagem de Deus. Sei que não sou perfeito, tenho plena consciência disso, mas Deus também sabe disso e sabe que estou no caminho e que entrego totalmente minha vida nas mãos Dele pra que Ele me ajude e faça de mim uma pessoa melhor a cada dia.

A você que teve paciência de ler até aqui o meu desabafo muito obrigado, e inclua esse pobre moribundo  em suas orações

Cleoci Pinheiro