Como usar o PowerPoint para fazer apresentações impactantes

como usar o powerpoint

Você pode trabalhar com engenharia, medicina, educação ou empreendedorismo.

Pode ser estudante do Ensino Médio, universitário, pós-graduando ou doutorando.

Você pode já ter se encontrado profissionalmente ou não ter a menor ideia sobre o que quer fazer pro resto da vida, mas uma coisa é certa: há grandes chances de que o PowerPoint seja – ou vá ser – um grande aliado ao longo de sua carreira.

Atualmente, diante de um mercado competitivo, é cada vez mais difícil para os profissionais se destacarem, e o momento de uma apresentação pode ser crucial para que isso aconteça.

Uma boa apresentação chama a atenção do público, passa uma boa impressão, autoridade sobre o assunto e competência.

Apesar de ser um programa relativamente fácil de ser utilizado por todos que possuem certa familiaridade com computadores, o que muitos não sabem é que também há diversas práticas não recomendáveis para a utilização do PowerPoint.

Como usar o PowerPoint para fazer apresentações impactantes?

Reunimos aqui as melhores práticas na hora de montar apresentações com essa ferramenta.

1) Planejamento

O planejamento de uma apresentação de PowerPoint é imprescindível quando se quer causar uma boa impressão, por 3 motivos: para que ela possua fluidez, para que o profissional saiba falar sobre cada slide sem demorar demais, e principalmente para que a fala seja condizente com o que está sendo apresentado na tela.

Para fazer um bom planejamento, sugerimos que você faça as pesquisas necessárias para um bom entendimento do assunto, faça um resumo em tópicos em pequenos cartões e ensaie sua fala cronometrando quanto tempo leva para falar sobre cada slide.

Esses cartões são uma excelente prática pois te ajudarão a lembrar do que deve ser dito na ordem correta, e eles até podem ir com você na hora de apresentar (mas só como material de apoio!), o que nos leva à próxima dica:

2) Não leia, não leia, não leia!

Obviamente, estamos falando da hora de apresentar.

Na hora de estudar deve-se ler sim – e muito – mas não há nada que demonstre mais insegurança e falta de preparo do que um apresentador que precisa checar suas anotações a cada segundo.

Se estiver seguro o suficiente, não leve nem suas anotações – um palestrante sem nenhum material de apoio definitivamente passa mais credibilidade do que um que está segurando papéis – mas se não estiver, leve-as e só as cheque em casos de dúvida.

3) Domine o assunto

Pode parecer óbvio, mas acredite, muitas pessoas pensam que são melhores improvisando do que dominando aquilo que vão apresentar, e na maioria das vezes estão erradas.

Por mais que você seja bom em improvisar, não se engane ao pensar que as pessoas não reparam nos seus pequenos erros, pois elas reparam, e muito.

É fácil perceber quando alguém não possui conhecimento do assunto em uma apresentação ou palestra: basta entender um pouco do que está sendo falado e reparar se ela está gaguejando ou enrolando – o que normalmente acontece.

Além disso, não se esqueça de que podem vir – e possivelmente virão – perguntas ao final.

Esteja preparado para responder a todos os tipos de dúvidas: desde as mais gerais às mais especificas, que podem ser um pouco mais complicadas.

Caso não saiba responder alguma, tente não deixar isso te abalar ou transparecer nervosismo: assuma que não possui o conhecimento e diga que irá pesquisar para poder sanar essa dúvida futuramente.

Para evitar que isso aconteça, busque saber quais as perguntas mais frequentes sobre o assunto em blogs na internet.

4) Menos é mais

Essa famosa regra serve para diversas situações, mas quando se trata de apresentações de PowerPoint, ela deve ser tomada como lema.

Lembre-se: o público sempre quer adquirir o conhecimento da maneira mais fácil e leve possível, e esse objetivo jamais será atingido se a sua apresentação for conturbada e difícil de digerir.

Os slides servem apenas como guia para o seu assunto, não como forma de mostrar um texto a ser lido.

O conteúdo quem irá passar é você, portanto: 12 palavras ou menos por slide (de preferência menos!). Caso tenha muito conteúdo, separe-os em mais slides.

Além disso, lembre-se de sintetizar o seu conteúdo e não se perder em um assunto.

Nós entendemos que quando estamos falando sobre algo que amamos, tendemos a perder a noção do tempo e falamos por horas, mas isso pode dispersar quem está assistindo.

5) Capriche no visual

A parte visual é de extrema importância para o engajamento do público, e quando dizemos visual, nos referimos a todo o visual da apresentação: desde a fonte escolhida até a roupa do apresentador, mas vamos por partes.

– Escolha uma boa fonte, que seja fácil de ler e ao mesmo tempo criativa.

Nāo adianta usar uma Times New Roman (mais conhecida como Fonte de TCC) e esperar um visual super diferente. Se necessário, baixe uma nova fonte de algum site especializado, e a adeque ao conteúdo.

Fontes decorativas podem ser usadas somente em títulos (se forem legíveis), e a cor principal do texto deve sempre contrastar com o fundo.

– Tenha um padrão visual (tema), mas evite os templates disponibilizados pelo próprio programa.

Estes já são muito ultrapassados e todo mundo já os viu pelo menos 2x cada durante o Ensino Médio/Universidade.

Nāo tenha medo de ousar com as cores, ruim mesmo é uma apresentação em preto no fundo branco.

Só tenha cuidado: escolha cores que combinam (busque entender quais cores se complementam, por exemplo o roxo e o amarelo) e mantenha o seu padrão.

-Vá devagar com os detalhes.

Lembrando: a apresentação deve ser fácil de digerir.

Se a imagem de fundo for toda detalhada, isso pode retirar a atenção do público. O mesmo serve para gráficos e tabelas.

-Alinhe o seu texto.

Um texto centralizado pode ser difícil de ler.

-Use uma roupa condizente com o ambiente e esteja apresentável.

Uma boa aparência é muito importante para a autoestima da pessoa, o que reflete diretamente na sua maneira de se portar em público.

6) Utilize os recursos de multimídia

O programa PowerPoint é compatível com fotos, vídeos, áudios, tabelas, gráficos, entre outros.

Esses recursos ajudam a sua apresentação a não ficar monótona, alem de torná-la agradável e fácil de ser digerida, principalmente por aquelas pessoas que possuem memória fotográfica.

Fotos normalmente são o recurso mais utilizado, pois criam muito engajamento com as pessoas e são fáceis de processar.

Só tenha certeza de que as fotos possuem boa qualidade (sempre busque-as em bancos de imagem) e de que têm a ver com o que está sendo dito.

Tenha cuidado também com o excesso: recursos de multimídia em quantidade exagerada podem passar a impressão de que sua apresentação não tem conteúdo suficiente e você esta tentando preencher o tempo com outras coisas. Use, mas não abuse!

7) Pratique sua apresentação

Como foi citado acima, preparar a apresentação é essencial, e ensaiar o que será dito e como será dito também.

Ensaie em casa em frente ao espelho ou para algum amigo/familiar, sempre cronometrando o tempo.

Isso te ajudará a medir quanto tempo durará sua apresentação, alem de ter um feedback antes da hora.

Pesquise também quais as melhores práticas de oratória na hora de falar em público.

Uma boa fala, no tom de voz correto, boa postura e bom relacionamento com a plateia fazem toda a diferença, talvez tanto quanto um bom conteúdo.

Pense na apresentação como um bolo: o conteúdo é a massa; e a oratória é a cobertura, a cereja, e os enfeites. Precisam ser bonitos e bem feitos, senão o bolo pode até ser bom, mas ninguém se lembrará dele.

Veja aqui as 3 coisas que separam os homens dos meninos na hora de falar em público.

8) Com quem você vai falar?

Para qualquer prática no âmbito profissional, não é novidade que devemos buscar entender com quem estamos falando, para então sabermos como vamos abordar determinados assuntos.

Se o público for jovem e estiver inserido em um ambiente descontraído, por exemplo, não é recomendável utilizar uma linguagem muito formal, e muito menos monótona: deve-se priorizar uma linguagem mais informal e sem muitos termos técnicos, para ganhar a sua confiança e atenção.

E se o publico for mais maduro? Tudo depende.

Sugerimos que você busque entender qual o nível de conhecimento que o publico possui antes de apresentar, independente do assunto. É preciso dançar conforme a musica.

9) Crie um mistério/surpresa

Algo para intrigar as pessoas e deixá-las com vontade de assistir até o final.

Comece com uma pergunta, uma charada, ou conte uma historia pela metade e só revele o desfecho ao final.

Isso despertará a curiosidade e o interesse de todos, sendo uma boa maneira de prender a atenção de quem estiver assistindo.

Então, sintetizando…

  • Planeje. Um bom planejamento reduz significativamente as chances de algo dar errado no dia da sua apresentação.
  • Não leia durante a apresentação. Mesmo.
  • Domine o assunto. Por mais óbvio que pareça, não há nada que passe uma pior impresso do que um apresentador que não sabe do que está falando.
  • Menos é mais. Deixe o mínimo de texto possível nos slides.
  • Capriche no visual. Escolha cores que combinam com o seu tema, um plano de fundo bonito (sem muitos detalhes) e imagens profissionais retiradas de bancos de imagem.
  • Utilize os recursos de multimídia. Fotos, vídeos, gráficos e todos os outros podem ser grandes aliados na hora de ilustrar ideias.
  • Pratique. Busque entender as melhores praticas de oratória e como passar credibilidade através da apresentação do conteúdo.
  • Entenda o seu público. Saiba para quem irá falar, para saber como irá falar.
  • Crie um mistério com uma pergunta/charada ao início e prenda a atenção de todos.

Gostou das nossas dicas? Sabe de mais alguma pratica que pode auxiliar uma apresentação em PowerPoint? Comente abaixo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s