A impureza

Jesus chamou novamente a multidão para junto de si e disse: “Ouçam-me todos e entendam isto: Não há nada fora do homem que, nele entrando, possa torná-lo ‘impuro’. Ao contrário, o que sai do homem é que o torna ‘impuro’. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça!”
Marcos 7:14-16
Os fariseus questionaram o fato dos discípulos de Jesus não
lavarem as mãos cerimonialmente. Para eles, esse deslize os tornava impuros. Não era só a questão da limpeza material. Para esses
líderes religiosos os discípulos que ignoravam as tradições
religiosas se tornavam moralmente impuros. Jesus não está negando a
necessidade de higiene básica, nem seus benefícios. Ele está
dizendo que o fato de um homem ou uma mulher não se submeter a uma tradição religiosa, por mais nobre que ela seja, não constitui pecado. Isso só acontece quando transgredimos a Palavra de Deus. Muito pior que a impureza de um alimento sujo é a impureza das coisas que vêm de um coração contaminado com orgulho, intolerância arrogância e inveja. Ao mesmo tempo em que cuidamos de limpar nossas mãos e os alimentos que consumimos, vamos tomar cuidado de limpar nossos corações das impurezas que podem destruir almas.

Oremos Santo Deus, maravilhoso Pai, graças lhe damos porque o Senhor está nos purificando diariamente com o sangue de Jesus. Purifique nossos corações, lave nossas almas, não com o sangue da vingança, mas, pelo sangue do Cordeiro. Que possam sair de nós, então, palavras e ações puras que edifiquem e direcionem todos para o Caminho da Salvação. Em nome de Jesus oramos. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s