Radar dedo-duro nas estradas multa 14 mil

Além da falta de licenciamento houve flagra de veículos roubados ou com pendências na Justiça

Os radares dedos-duros nas principais rodovias do Estado de São Paulo já flagraram 14,1 mil veículos sem licenciamento. Todos eles receberam multa de R$ 191,54 e sete pontos na CNH, Desse total, 8.380 (59,5%) foram apreendidos, segundo O Estado de S. Paulo. Os demais (5.720, ou 40,5% do total) não foram parados e, apesar de a legislação prever a apreensão do veículo, continuaram trafegando mesmo sem o licenciamento.

Os radares começaram a operar em 1º de dezembro do ano passado. Eles estão dispostos em 42 pontos de 24 estradas. Outros 61 devem ser instalados em carros da Polícia Rodoviária Estadual. A data para entrada em funcionamento ainda não foi divulgada.

Os chamados radares dedos-duros possuem leitura automática de placas – assim como os instalados para multar quem fura o rodízio na capital – e podem ainda detectar veículos roubados e com pendências judiciais.

O balanço aponta ainda que foram apreendidos 3.048 documentos de veículos em dezembro e outros 2.214 no mês atual.

Os dados relativos a pendências judiciais ou roubos não foram divulgados.

Sistema

Os radares funcionam da seguinte forma: a informação da placa é encaminhada por um sistema de rádio à base da polícia. Os números e letras são pesquisados num banco de dados que informa se o veículo está em situação irregular. Se ele estiver sem licenciamento, for fruto de roubo, furto ou dívida, um sinal visual e sonoro é emitido. Esse processo demora menos de um minuto. A partir do aviso, o policial pode fazer a abordagem do veículo na estrada.

[radar]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s