Publicidade com gordinhas deixa mulheres deprimidas

Estudo revela que consumidoras passam a se achar mais gordas com propagandas plus-size

Para mulheres da pesquisa, campanhas como essa dos sabonetes Dove não trazem nenhuma modelo gordinha de verdade

Estudo feito pela Universidade de Arizona, no EUA, revela que consumidoras de publicidade em geral (revistas, anúncios de TV, etc) sentem-se mais insatisfeitas com seu próprio corpo ao ver modelos plus-size em evidência nos anúncios.

Difícil de acreditar? Pois é verdade.

A conclusão de que as mulheres passam a se achar ainda mais gordas quando veem propagandas desse tipo tem um motivo até que óbvio: para a indústria da moda ser gordinha é usar manequim 42, no máximo.

Não tem nada de “plus” nesse “size” aí, não acha?

Enquanto a intenção era fazer a mulher comum se sentir bem com o próprio corpo, parece que o resultado são mais mulheres deprimidas com a imagem refletida no espelho.

A publicitária Estela Rosa, manequim 46, concorda com o estudo.

– Abrir uma revista com um editorial “para gordinhas” e ver que elas estão bem próximas do considerado normal, faz eu me se sentir uma obesa. Se aquilo é ser plus-size, eu sou o quê? Extra large size?

Os pesquisadores afirmam ainda que as mulheres gordinhas só se sentem bem quando o anúncio não traz modelo alguma – nem magra, nem plus-size.

Já as mulheres que têm o peso normal se sentem mal com as modelos magras, mas se sentem piores ainda quando veem as plus-size.

Anúncios

Um pensamento sobre “Publicidade com gordinhas deixa mulheres deprimidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s