Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e o seu ‘não’, ‘não’; o que passar disso vem do Maligno.”

Hoje a "mentira social" virou praxe no trabalho e em relacionamentos. O chefe manda a secretária dizer "Ele não está aqui" quando não quer atender um telefonema. O amigo diz "Eu vou!

Eu vou!" ao convite, quando de fato não predende ir. A verdade, quando falada diante de um tribunal, ou numa conversa casual, abre portas e fecha outras. Ela sempre conduz para um caminho. É o caminho pelo qual o discípulos precisa andar. Pessoas reagem à verdade. É por isso que temos medo de dizê-la. Um relacionamento, um emprego ou uma vida podem tomar um rumo indesejado se falamos a verdade. Temos medo de perder admiração ou aceitação, um amigo ou um emprego. Então mentimos e matamos a verdade. Mas, sem perceber, toda mentira, por menor que seja, leva a um falso caminho. Esse falso caminho, quando trilhado, passo a passo, só leva a um lugar – o destino do pai da mentira e de todos os mentirosos (Apoc 21:8).

Que a nossa palavra seja sempre uma só, aquela que pode ficar em pé com Jesus, unida com ele, seja qual for a consequência. Quanto mais ela pode ofender, mais devemos tomar cuidado para que seja falada com amor e consideração. Porém, ela tem que ser falada. Na vida do discípulo só tem um caminho – a verdade. Somente o discípulo conhece a Verdade que leva ao caminho da vida eterna. É por isso que a verdade é tão importante para nós.

Por isso oro:

Amado Pai, ajude-me a sempre falar a verdade, especialmente quando não for conveniente. Conceda-me coragem para falar e consideração para comunicar o que o Senhor deseja que eu fale. Que eu posso refletir nas minhas palavras e nas minhas ações o Senhor Jesus, que sempre foi e sempre será a Verdade. Em nome de Jesus eu oro. Amém.

Cleoci Pinheiro.

Um pensamento sobre “Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e o seu ‘não’, ‘não’; o que passar disso vem do Maligno.”

  1. “Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno.” (MT5,370).

    Muito bom…gostei!
    Isso fez-me lembrar de um texto (cujo autor é desconhecido) que muito me fez refletir.”

    O MURO

    “Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca” Apocalipse 3:16

    Havia um grande muro separando dois grandes grupos.
    De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
    Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
    E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo.
    O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:
    – Ei, desce do muro agora… Vem pra cá!
    Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada. Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás:
    – O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?
    Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:
    – É porque o muro é MEU.
    Nunca se esqueça: Não existe meio termo. O muro já tem dono. Pense nisso.
    (Autor desconhecido)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s