A Sinfonia Inacabada de Schubert.

Página original da Sinfonia Inacabada

Pois então, um dia o Presidente de uma grande empresa recebeu algumas entradas para um concerto em que seria apresentada a Sinfonia Inacabada de Schubert. Como já tinha compromisso para aquela noite, deu as entradas para um de seus assessores, um especialista em produtividade. Na manhã após o concerto, o Presidente encontrou o seguinte memorando sobre a sua mesa:

"Prezado Sr Presidente. Muito obrigado pelas entradas. No geral tivemos uma noite muito agradável, mas, sobre esta sinfonia existem algumas coisas que poderiam ser melhoradas: por um longo período de tempo os quatro tocadores de oboé não tinham nada o que fazer. O número deles deve ser imediatamente reduzido e o seu trabalho distribuído entre o resto da orquestra, eliminando, deste modo, picos de atividade e excesso de pessoal.

Todos os doze violinos tocavam notas idênticas. Isto me parece uma duplicação desnecessária e deve haver um corte drástico no número de elementos nesse setor. Se um volume alto de som é realmente necessário, isto poderia ser obtido através de um amplificador elétrico.

Muito esforço e atenção eram necessários na execução das semi-semicolcheias. Isto me parece um refinamento excessivo, se analisado do ponto de vista custo/benefício. Recomendo que todas as notas sejam arredondadas para a mais próxima semicolcheia. Se isto for feito, sugiro que o departamento de seleção contrate estagiários ou operadores de nível mais baixo, que certamente terão salários inferiores aos dos atuais músicos.

Não vejo nenhum propósito útil em repetir com instrumentos de sopro as passagens que já tenham sido tocadas pelas cordas. Trata-se, claramente, de uma duplicidade de funções. Se todas estas passagens redundantes forem eliminadas o concerto poderia ser encurtado em, pelo menos, vinte minutos.

Na condição de especialista, lembro que o momento atual das empresas requer uma concentração de esforços em atividades de racionalização, eficiência, competitividade, principalmente se considerada a globalização da economia. Voltando ainda ao concerto, se Schubert tivesse prestado atenção a estas questões por mim levantadas, ele, indiscutivelmente teria sido capaz de terminar esta sinfonia.

Franz Schubert

Anúncios

Um pensamento sobre “A Sinfonia Inacabada de Schubert.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s